sábado, 22 de agosto de 2009

CHARLES BLONDEL



Charles Blondel
Em
Psicologia Coletiva.






“Todo indivíduo concreto é um exemplar da espécie e vive em sociedade; seus comportamentos tiram seu tipo da espécie à qual pertence e da sociedade da qual faz parte.

Para determinar com precisão o que possuem de originalidade pessoal, seria necessário haver delimitado antes o que devem á espécie e ao meio social”.




“Em um indivíduo, o que chamamos de inteligência origina-se, de um lado, de certa atividade mental disponível, e, de outro, das ocasiões que lhe oferece seu meio social para dispor da mesma”.




“O homem tem, sem dúvida, uma função na evolução da humanidade, mas não começaremos a entrevê-la, senão quando começarmos a saber como as mentalidades coletivas realmente se desenvolveram”.




“O contato com outrem, a introdução em uma multidão, não são circunstâncias adventícias, fora das quais nada deveria o indivíduo senão a si mesmo.

O indivíduo concreto é, na realidade, inteiramente carregado de contatos com outrem.

Ele próprio é uma multidão, um condensado das influências que a todo momento sofre em seu meio social”.











BLONDEL, Charles. Psicologia Coletiva. Tradução de Frederico Lourenço Gomes. Rio de Janeiro: Fundo de Cultura, 1960.

Sobre Charles Blondel clique no linque abaixo:
http://fr.wikipedia.org/wiki/Charles_Blondel

Um comentário:

Eduardo P.L disse...

Muito bom!

Bom fim de semana.

Forte abraço!