sábado, 22 de novembro de 2008

MANO DÉCIO DA VIOLA / SILAS DE OLIVEIRA



Amor aventureiro
(Mano Décio da Viola / Silas de Oliveira)
(samba, 1975)





Eu inspiro aventura
Respiro com loucura
Oh Deus!
É inocente a criatura

Ajudai-me a esquecer
É um botão em flor
Jamais poderia ser
Meu grande amor

Não!
Não deixe que a tentação
E a malícia
Venham seduzir meu coração

Venham arrebatar a minh’alma
Daí perdida toda a calma
Levam como são
A criatura a perdição







Sobre Mano Décio da Viola:
http://www.dicionariompb.com.br/verbete.asp?tabela=T_FORM_A&nome=Mano+D%E9cio+da+Viola


Sobre Silas de Oliveira:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Silas_de_Oliveira

Escute com a Dona Ivone Lara, clicando no linque abaixo:
http://www.goear.com/listen/618e45f/Amor-aventureiro-(Mano-Décio-Silas-de-Oliveira))

4 comentários:

Jura disse...

Tentação e malícia. Posso sentir a angústia dele...
Como sempre, ótimas escolhas de escritos!
:)
Grata por me acrescentar a seus links!
Saudações! :*

Goddess Night disse...

Li e gostei.
Tentação comum a tantos de nós.

Abraço.

Cadu Oliveira disse...

Salve, salve!

Tuas postagens são incríveis.
Obrigado pelo aventureiro samba.

E pelo comentário no citosfera. Quero lhe convidar para injetar aspas na galáxia, posto que já faz isso.

Se quiser, mande citações dos livros que lê, ou dos textos que publica. Enfim...a gente costuma selecionar os fragmentos pelos que não gostaríamos nunca de esquecer.

Em postagens de colaboradores, damos o crédito no final. Assim podemos por o crédito como link pro Reflexões.

Enfim, enriqueceríamos os conteúdos.

Mais uma vez, parabéns pelo blog.
És um verdadeiro citador!

citosfera.blogspot.com

L.Reis disse...

...a tentação é que nos trouxe até aqui... ;D