terça-feira, 8 de setembro de 2009

ANACREONTE (4)



VELHICE E GÔZO
(Anacreonte)




As mulheres me dizem: - Anacreonte,
Toma um espelho e olha-te!
Velho! Nem tens cabelos nessa fronte!...
Vês? O tempo desfolha-te.

Se eu tenho ou não a fronte encalvecida,
Não sei. Velho, porém
Sei que, ao fim do destino, mais a vida
Deve gozar-se – e bem!







ANACREONTE. Odes de Anacreonte. Tradução de Almeida Cousin. Rio de Janeiro: Edições de Ouro, 1966.

Sobre Anacreonte clique no linque abaixo:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Anacreonte

Um comentário:

Rafael Cavalcanti Santos disse...

oi cara, o seu blog parece ser muito bacana, eu tenho um de reflexoes biblicas, que tal uma parceria? pense bem...obrigado e parabéns pelo blog!
http://somosteupovo.blogspot.com