sexta-feira, 3 de setembro de 2010

GILSON DE SOUZA



Poxa
(Gilson de Souza)




Poxa, como foi bacana te encontrar de novo
Curtindo um samba junto com meu povo
Você não sabe como eu acho bom

Eu te falei que você não ficava nem uma semana
Longe desse poeta que tanto te ama
Longe da batucada e do meu amor

Poxa, por que você não para pra pensar um pouco
Não vê que é o motivo de um poeta louco
Que quer o teu amor pra te fazer canção

Poxa, não entre nessa de mudar de assunto
Não vê como é gostoso a gente ficar junto
Mulher, o teu lugar é no meu coração

Poxa, layá, layá, layá, layá
Poxa, layá, layá, layá, layá
Pra ter o teu amor e te fazer canção

Poxa, layá, layá, layá, layá
Poxa, layá, layá, layá, layá
Mulher, o teu lugar é no meu coração





Sobre Gilson de Souza clique
http://pt.wikipedia.org/wiki/Gilson_de_Souza

Um comentário:

Simone Huck disse...

Fui lendo e construindo um samba na minha cabeça.
Bom vontar aqui!
Bj